Eletro Life

Forum de Música Eletrônica, Mixagens, Produtores, Sets, Atualidades, Dj´s, e Afins.
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 História do Trance

Ir em baixo 
AutorMensagem
Eletro Life
Admin
avatar

Mensagens : 63
Data de inscrição : 05/01/2008
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

MensagemAssunto: História do Trance   Dom Jan 13, 2008 10:02 am



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Este artigo é sobre a música trance moderna. Se procura pela teoria consulte teoria do transe; se procura pela teoria aplicada à outras culturas, procure por música de indução ao transe

Trance é uma das principais vertentes da música eletrônica, tendo sido desenvolvido no início da década de 1990. O gênero é caracterizado pelo tempo entre 130 e 160 bpm, apresentando partes melódicas de sintetizador e uma forma musical progressiva durante a composição, seja de forma crescente ou apresentando quebras. Algumas vezes vocais também são utilizados. O estilo é derivado do house e do techno[1], tendo pegado uma melodiosidade não característica do techno, com seus sons industriais, e menos orgânicos, além de parecerem menos melódicos.

Em geral, a maioria das canções são calmas e de efeito lento e constante na energia-alma e no estado de pensamento. A tradução literal do termo trance para português é transe (inconsciência). O nome foi recebido devido às batidas repetitivas e pelas melodias progressivas características, que levam o ouvinte a um estado de transe, de libertação espiritual, enquanto ouve.

Sub-gêneros

As principais vertentes do trance são:

* Progressive Trance
* Uplifting Trance
* Tech Trance
* Hard Trance

História

Origens do trance (Europa)

Pode-se encontrar elementos primitivos da música trance nas raízes religiosas do shamanismo e budismo. Mas o trance da forma moderna, eletrônica e evoluída em conjunto com outras formas de música eletrônica dançante, surgiu na Alemanha no início da década de 1990[2].

Ao longo da década de 1970, Klaus Schulze gravou vários álbuns de música eletrônica caracterizados pelo ambiente atmosférico e o uso de sequenciadores. Em alguns dos álbuns da década de 1980 a palavra trance era incluída nos títulos, como Trancefer (1981) e En=Trance (1987).

Elementos que tornaram-se característicos da música trance também foram explorados por artistas do gênero industrial da música eletrônica no final da década de 1980. O objetivo era produzir sons de efeitos hipnóticos aos ouvintes, o que também poderia levar à uma alto grau de estado de transe ou euforia.

Esses artistas do gênero industrial eram dissacioados à cultura rave, embora muitos já mostravam interesse no Goa trance, no qual o som é mais pesado comparado ao som que agora é conhecido como trance. Muitos dos álbuns produzidos por artistas industriais eram em sua grande maioria experimentais, e não tinham o intuito de originar um gênero musical com uma cultura associada -- eles permaneceram fiéis às suas raízes industriais. Com o trance dominando à cultura rave, a maior parte desses artistas abandonaram o estilo.

Origens do trance psicodélico (Goa)



Trance como gênero musical

As primeiras gravações realizadas começaram não exatamente com a cena trance, e sim pelo acid house originário do Reino Unido, mais precisamente pela banda The KLF. Eles utilizaram o termo pure trance para designar algumas gravações que na verdade eram versões, e que fizeram um grande sucesso comercial em 1991.

Além deste nascimento no Reino Unido pode também ser mencionado o começo do gênero trance em clubes alemães durante os meados da década de 1990 como uma ramificação do techno. Frankfurt frequentemente é citada como o berço do estilo. DJ Dag (Dag Lerner), Oliver Lieb, Sven Väth e Torsten Stenzel, são considerados pioneiros e produziram várias composições utilizando diversos nomes artísticos. Em 1991, Dag Lerner e Rolf Ellmer formaram o "Dace 2 Trance", cuja canção "We Come In Peace" representou a definição inicial do trance como estilo musical[3].

Trance atualmente

Atualmente, após ter perdido um pouco da sua força no fim da década de 1990, o trance está ganhando grande força novamente. Produtores consagrados como Paul van Dyk, DJ Tiësto, Armin van Buuren, Above & Beyond, entre outros, continuam mantendo o gênero em alta.

trance x trance psicadélico

É de fato conhecida uma certa briga entre o trance e o trance psicadélico no Brasil e Portugal. Na sua essência, todos os sub-gêneros da vertente trance remetem a mesma proposta de transe através do som. Musicalmente, o trance psicodélico é diferente do trance, mas isso não o coloca em posição de vertente diferente, uma vez que a proposta do trance é mantida. Enquanto o trance nasceu na Alemanha, o trance psicodélico foi originado em Israel e na Índia.

Estrutura musical

O trance é formado em sua grande parte por batidas retas (4x4), mas algumas vezes ocorre a mistura de batidas do hip hop ou quebra da estrutura 4x4 (quebradas). O baixo pode ter uma base de swing ou preencher totalmente a base remetendo ao full-on. Uma característica marcante do estilo é uso do sintetizador TB-303, que é utilizado para fazer levadas variando constantemente ou não a frequência de corte e com uma ressonância alta ou para produzir sons psicodélicos como "borrachas", "gotas", "bombas".

Nos estilos mais melódicos há o uso constante de pads (notas com alta sustentação, também chamado string) deixando a composição mais atmosférica.




http://pt.wikipedia.org/wiki/Trance
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.eletroliferadioweb.blogspot.com
 
História do Trance
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Algumas histórias, sobre algumas músicas
» História e ritmos da Música Baiana III - Axé Pop
» Som Imaginário - A História.
» Som Nosso de Cada Dia - A história.
» História da Música o Mundo é um muinho de Cartola.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Eletro Life :: Trance-
Ir para: